terça-feira, 29 de julho de 2008

Requiem por um dente



Ontem fiquei 10 gramas mais leve, e com um pouco menos de juizo. Extrairam-me o dente do siso. Esse dente que é uma reminiscência dos tempos em que tinhamos cauda e pulávamos de ramo em ramo. Como se costuma dizer que é o dente do juizo, talvez seja por isso que nessa época éramos seres bastante mais inteligentes do que agora, contra todas as expectativas mais modernistas.

Para os mais curiosos, a extracção deste polémico dente não me doeu absolutamente nada... muito menos do que uma pena de Pintarriscos e cair em cima da minha careca. Mas algumas horas depois, e hoje muito especialmente, dói-me que se farta. E mais não digo, porque mal consigo falar, e estou muito mal humorado.



Por Paulo Galindro

2 comentários:

Tombazana disse...

:)....toca a bulir amiguinho!

Hoje vais ter que comer uma massada al dente...beijinhos

Patrícia disse...

Estive a ver o colégio "miúdos radicais"...está lindo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...