quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Pizzaria & Bar "Spicy": Passo-a-Passo 2












Dia#1

Enquanto fui desenvolvendo o logótipo e o personagem nos bastidores, tive de paralelamente dar início à minha intervenção nos aspectos mais objectivos e estabilizados do projecto, de forma a conseguir dar resposta aos prazos extremamente apertados. Falo essencialmente da moldura multicolor que todos os vãos da sala irão apresentar, assim como a parede do bar e do corredor de acesso às instalações sanitárias (estes últimos ficarão para o fim). Aparentemente fácil, este trabalho é intrinsecamente um exercício zen de paciência, e, nos vãos mais altos, uma actividade não destituída de perigo já que tenho de trabalhar em cima de um andaime de aspecto suspeito e sem qualquer travão nas rodas, o que o faz parecer o skate com e metros de altura. Utilizar este tipo de recurso não é novidade para mim. Na verdade já utilizei andaimes num outro projecto, que envolveu um perigo substancialmente maior devido ao facto do trabalho decorrer a uma altura de aproximadamente 4 metros.
Aproveitei ainda o dia para definir as linhas de construção da perspectiva que irá ser pintada na parede para  dar a sensação de que o espaço é maior. O processo é aparentemente simples: defino um ponto de fuga a meio da parede e com uma altura que oscila entre os 1.65 e os 1.70 metros - a altura média dos olhos de um ser humano. A partir deste ponto irradio linhas de chamada - definidas com a fita cola de papel - para os 4 cantos da sala. Depois, e porque a sala deverá ter um fim e não se prolongar até ao infinito, defino uma nova parede a partir de uma linha horizontal que representa o plano do chão, a partir da qual projecto as 2 perpendiculares que definem as paredes nos pontos em que esta intersecta a linhas de fuga. A partir da intersecção destas novas linhas com as linhas de fuga defino novamente uma linha horizontal que marcará o tecto. Depois, e só cortar o que está a mais. Tudo com fita-cola. Simples não é? Neste caso não porque a construção é muito antiga e todas as paredes são surrealmente tortas. como num quadro de Dali. Só faltam girafas com gavetas a passearem-se na sala.

Paulo Galindro

3 comentários:

Anis disse...

Gosto do nome "spicy" dá vontade de o pernunciar como o personagem de jim Carrey "A Máscara" Spiiiiicyyyyy!!!!!
Adoro as cores quentes do espaço!
E vou adorar também o final, pois por onde o Pintarriscos passa...
Continua Paulo quero ver-te fora deste edifício depressa (não que tenha algo contra a tua pessoa, nada disso!) Mas quero ver o Pintarriscos a voar bem alto! Beijinhos

Simples Maria disse...

Eu também...mas é mesmo porque já estou farta de te ver todos os dias!!!
Estou a brincar, faço minhas as palavras da Anis....
Tu andas a perder-te por estes "arrabaldes" devias era voar...
Porque tu tens talento..vou ter pena de não ver os esquiços "azuis"!!

Anis disse...

"arrabaldes" é bonito! Amiga onde foste buscar esta?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...