quarta-feira, 27 de junho de 2012

Blade Runner












Esta semana, mais precisamente no passado dia 25, "Blade Runner", de Ridley Scott, um dos grandes filmes da minha vida, faz exactamente 30 anos. Já o vi um sem número de vezes, e mesmo agora, com toda a parafernália digital e o horrível 3D - uma tecnologia que Hollywood se recusa a aceitar ser um fiasco - são raríssimos os filmes (e estou a ser muito generoso) que chegam ao patamar da visão futurista, do sentido de lugar, das questões metafísicas sobre o que nos define como seres humanos, dos cenários, da ambiência e do charme que emanam deste filme. A história foi adaptada de um livro de Philip K Dick, que tem o fabuloso título "Do Androids Dream of Electric Sheep", e a banda sonora, inesquecível, foi assinada por Vangelis Papathanassiou.

Fala-se actualmente da possibilidade de Ridley Scott  vir a realizar uma sequela deste portento cinematográfico...

Por favor, não o façam! Há coisas que são intocáveis.

1 comentário:

Mammy disse...

Vi-o centenas de vezes. Também é um dos filmes da minha vida!
;)
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...