sábado, 11 de abril de 2009

Art Attack

O Miguel é uma criança que gosta muito de levar um material ou uma técnica ao limite. Para quê ficar-se pelos pinceis, se pode utilizar os seus dedos, os braços, o peito, o nariz e a orelha esquerda para atingir os seus objectivos. Quem me dera ter esta frescura quando estou a pintar. É por isso que quando me convidam para ir a um colégio falar um pouco sobre os livros que ilustrei, sobre o meu método de trabalho, se alguém me pergunta o que é um ilustrador eu respondo que é um crescido que passa muitas horas a tentar desenhar tão bem como quando era criança!.

Paulo Galindro

1 comentário:

pal disse...

:)
é curioso porque, por sorte e coincidência, fui a uma exposição muito especial sobre Picasso, em Paris ("Picasso e os Mestres")

nunca mais me saiu da cabeça (embora não recorde todas as palavras) uma citação dele cuja ideia era esta: não lhe foi difícil aprender a desenhar/pintar com as técnicas dos "antigos", o que mais lhe custou (e diz que levou muitos anos a consegui-lo) foi aprender a desenhar/pintar como uma criança.

:)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...