domingo, 19 de abril de 2009

O verdadeiro Cuquedo






video

Ontem, durante o lançamento do livro "Hoje não quero dormir" na Livraria Histórias com Bicho, os nosso queridos amigos Mafalda Milhões, Pedro Maia e Matilde fizeram-nos uma enorme surpresa. Ofereceram-nos um presente em forma de cubo. Rasgado o papel de embrulho, uma caixa de cartão esburacada e lá dentro... bem! Lá dentro estava um lindíssimo porquinho-da-índia branco e creme, previamente baptizado de Cuquedo. Como podem ver é muito mais assustador que o seu homónimo da história. Escusado será dizer que hoje foi uma festa cá em casa, com o João e o Miguel a lutarem entre sí para ver quem lhe pegava primeiro, e nós no meio a impedir que eles transformassem a pobre criatura - que ainda é bébé - numa bola anti-stress com dois anos de uso por um corretor da Bolsa de Valores de Wall Street .
Comprámos uma gaiola para o rapazito, alguns adereços e comida. Fizemos ainda uma casa em lego, num belo exercício de arquitectura minimal e modular.
Graças a uma simpática empregada de uma loja de animais, tivemos um mini-curso de Porquinhos-da-índia onde ficámos a saber coisas tão importantes como o facto de eles serem completamente loucos por salsa, não absorverem a vitamina C, adorarem feno e que podem crescer até aos 25 cm e pesar 1,2 kg. Na net, e como já me tinha óbviamente apercebido, estes simpáticos bicharocos nem são suínos (claro!) nem são da Índia (!?!?!), mas sim do Peru (!?!?!?). O melhor é verem aqui.

O joão está completamente siderado. Desde que a Ruth se transmutou numa estrela que ele desejava ter um destes animais de estimação. Confesso que estava muito apreensivo. mas a sua felicidade quebrou todas as barreiras. E a responsabilidade vai-lhe fazer bem.

Paulo Galindro

4 comentários:

Anis disse...

Que grande surpresa que vos fizeram! Adorei a casinha de lego está o máximo!!!

Os Malandrecos disse...

Andava uma manada...., quando aparece o cuquedo...E quem é cuquedo?
É muito assustador , prega sustos a quem estiver parado no mesmo lugar...Bum, ahahah.
Adorei o livro e os malandrecos adoraram a sua visita no nosso blogue de sala.
Muitos sucessos para si e para a Natalina, pois as ilustrações são deliciosamente fantásticas.
Beijinho
Isabel

Pintarriscos disse...

pois é Sofia... a casinha de lego (é um T0) é uma inovação, já que sendo construção modular, permite uma constante actualização da mesma, quando o porquinho der lugar ao porcão. Já nem ponho a hipótese de ele ter filhos, porque aí não haveria peças de lego lá em casa que me permitissem construir uma casa com as divisões necessárias, pois segundo consta, este bicharocos têm tanto de fofos como de sexualmente marotos.

Pintarriscos disse...

Obrigado Isabel, pelas sua palavras. É este tipo de feedback que completa o ciclo de vida de um livro. Sempre que puder darei um pulinho ao vosso blogue.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...