sábado, 7 de maio de 2011

Como descrever a leveza




Depois de vários meses com sintomas cada vez mais estranhos.
Depois de fazer um monte de exames cada vez mais esquisitos e difíceis.
Depois de um último exame num bloco operatório, que tendo em conta a parafernália tecnológica e humana que se dedicou à minha causa deve ser mesmo muito doloroso mas que, com a benção de uma substância chamada Diprivan (ou Propofol), levantei voo de um ninho de cucos e voei sobre um campo de morangos e depois adormeci. E depois acordei e acho que convidei todos para beber uma bjeca e perguntei a um médico ou enfermeiro se tal como na "Anatomia de Grey", também eles têm uma sala onde dão q..... (ou se calhar sonhei, não sei). Tudo isto devidamente alinhado com um fio de baba que venceu várias vezes a minha força de vontade e se deixou vencer pela força da gravidade.
Depois de um dia horrível à espera dos tão temidos resultados.
Depois de 3 horas na sala de espera do consultório onde fiz tudo e não fiz nada, e pensei em como tudo o que achamos permanente e indestrutível na nossa vida é, afinal, tão frágil e etéreo.
Depois de tudo isto, e um monte de outros pequenos nadas que me tiraram o sono e o brilho nos últimos dias,
Soube finalmente que os piores receios - do médico e acima de tudo meus - eram infundados... e tudo irá ao lugar com 2 lindos comprimidos durante 60 lindos dias.

Nem vou descrever o que sinto... apenas desejo que aquilo que senti antes, e aquilo que sinto agora, se mantenham para sempre na minha memória. É do contraste entre estes dois momentos que sai a mais profunda e genuína sintonia com o universo. E a pura alegria de se estar vivo também.

Obrigado a todos os que me apoiaram

11 comentários:

Geraldine disse...

A festejar la alegría de estar vivo!!!!
"e sintonia com o universo!!!!!!!!
Cariños

Isabel Preto disse...

Vê...afinal, não era grave! Ainda bem.
Beijinhos

Galega Encarnada disse...

Não nos conhecemos, contudo fico MUITO FELIZ por ti. Compreendo a sensação e a felicidade agora.
Beijo,
Leonor

Anónimo disse...

Tenho acompanhado tudo....No entanto ganhei coragem, agora, para lhe dizer, apesar de não me conhecer, VALEU A PENA A ESPERA PARA UMA SIMPLES RESPOSTA: "VIDA".
-Sei o que é isso....
-Sei o que é o desespero em não conseguir perceber...
- A infinita pergunta " Mas porquê eu?
Tudo está resolvido.
Continue com o seu excelente trabalho.

Anis disse...

Imagino o peso enorme que te saiu de cima, ainda bem Paulo, agora é só virar a página, mais uma página do livro VIDA!
Beijinhos

Tereclopes disse...

Boa Paulo fiquei muito feliz que assim fosse. Viva a vida e a leveza que ela nos proporciona quando temos alívios destes.
Um abraço e as melhoras e não te esqueças de tomar os tais comprimidos.

RuAn disse...

Hoje dormirei cheio de alegria. Aledome que tudo fosse um susto, como você disse. Abraços amigo, que a felicidade ande sempre a sua volta. Abraços

sofia disse...

Que bom!
Não há nada como essa leveza :D

WISHES&HEROS disse...

fico feliz Paulo :)
Abraço

Ana Paula Oliveira disse...

A força, nas palavras do poeta:
"A vida é um milagre.
Cada flor
com sua forma, sua cor, seu aroma,
cada flor é um milagre.
Cada pássaro
com sua plumagem, seu canto, seu
voo,
cada pássaro é um milagre.
O espaço, infinito,
o espaço é um milagre.
O tempo, infinito,
o tempo é um milagre.
A memória é um milagre.
A consciência é um milagre.
Tudo é um milagre."
Manuel Bandeira

Ainda bem que os milagres existem!!!
Ana Paula Oliveira

a mesa de luz disse...

Faço minhas as palavras do anónimo ali em cima. Tudo de bom e as maiores felicidades!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...